Zero Trust: Aprimore a defesa cibernética da sua empresa!

O contexto atual da cibersegurança está intrinsecamente ligado ao trabalho remoto, utilização de dispositivos BYOD, aplicativos que muitas vezes não passam por firewall de perímetro. Proteger e enxergar todo o perímetro de segurança é cada vez mais difícil, por isso é válido entender sua estratégia de segurança de forma ampla.

Com tantos dispositivos e equipamentos online nas redes empresariais, é complexo saber quem de fato está conectado. Assim nasceu o Zero Trust, uma abordagem de segurança cujo lema é: nunca confie, sempre verifique.

O Zero Trust impõe a autenticação ao usuário e em todo o dispositivo de rede. A sua construção foi feita com base nas informações de que as vulnerabilidades só aparecem por conta dos indivíduos presentes nas redes, sugerindo que a identificação seja necessária por completo, independentemente das permissões.

Ao efetuar a limitação, o número de oportunidades para um hacker obter acesso aos dados e ao conteúdo é reduzido drasticamente.

Qual a importância de um modelo de Zero Trust?

Atualmente, confiar apenas na abordagem de perímetro se tornou ineficaz e perigoso. O Zero Trust oferece forte proteção contra os ataques. Com esta abordagem as empresas podem:

  • Proteger os dados da companhia;
  • Melhorar a visibilidade do tráfego;
  • Controlar o ambiente em nuvem;
  • Diminuir o risco de violação;
  • Aumentar a auditoria de conformidade.

Assim, o departamento de TI pode bloquear as ameaças com políticas baseadas em funções para proteger sistemas e dados confidenciais. Com o trabalho remoto, os aplicativos passaram a ficar evidentes com inúmeras brechas de segurança.

O usuário sempre será o elo mais fraco e o alvo mais óbvio dos atacantes. Para que as mudanças sejam implantadas, é necessário que a cultura da segurança na companhia abranja todos os colaboradores, especialmente aqueles fora do setor de tecnologia.

Algumas mudanças de paradigmas são pré-requisitos para que a política tenha efeito, como a adoção de estratégias de menos privilégios, inspeção recorrente do tráfego, autenticação multifator, acesso a dados e recursos baseado no usuário e na localização, entre outros.

Gostaria de saber mais sobre esta arquitetura? Fale com um especialista da CCI.

Deixe seu email e nós entraremos em contato

SUPORTE REMOTO:

Av. Imperatriz Leopoldina, 957 Cj. 107
Vila Leopoldina – São Paulo  SP
+55 11 3672 3400
[email protected]

CCI Tecnologia